quarta-feira, 26 de outubro de 2011

PARA CELEBRAR E VIVER O ESPÍRITO DE ASSIS

Hoje faz 25 anos que o papa João Paulo II e líderes das principais religiões do mundo se reuniram em Assis, cidade natal de São Francisco, para rezarem pela paz. Esse encontro ficou conhecido com o nome de “Espírito de Assis”. Isso porque é impossível ir a Assis e não respirar o clima de paz e harmonia vivido e deixado por São Francisco há 800 anos. Sua experiência de conversão ao Evangelho de Jesus continua tão viva e atual que, ainda hoje, milhares de pessoas pelo mundo afora continuam encontrando no pobrezinho de Assis motivação para buscarem uma convivência fraterna não só entre as pessoas, mas com toda a criação.

Francisco, filho de Pedro Bernardone, rico comerciante de tecidos finos de Assis, contrariando os planos de seu pai, quis viver radicalmente o Evangelho de Jesus. Começou a ser diferente e a viver pobremente, enquanto restaurava algumas capelas em ruínas em sua cidade. Seus amigos eram os pobres e os leprosos; sua alegria era viver e falar do Evangelho com quem encontrava.

De fato, não pode existir paz onde o coração busca a felicidade no poder, no dinheiro e nos interesses egoístas. A paz só existe no coração e na vida de quem se preocupa com a felicidade e o bem-estar do seu próximo e sabe conviver harmoniosamente com todos os seres criados por Deus.

Francisco de Assis encontrou no Evangelho de Jesus o caminho único e verdadeiro capaz de dar sentido à vida da humanidade, garantindo a paz e o bem que Deus quer para todos os seus filhos e filhas. Francisco aprendeu com Jesus de Nazaré a verdadeira sabedoria. Francisco ouvia atento e obediente o ensinamento de Jesus no Evangelho: “Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá o dinheiro aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois vem e segue-me” (Mt 19, 21). Foi o que fez Francisco!

Francisco de Assis encontrou a paz no Evangelho de Jesus com o qual aprendeu que nada nos pertence, nem a própria vida. Só Deus é dono de tudo, e a vida só tem sentido quando nos sentimos felizes em sermos administradores do que a Deus pertence. Por isso Francisco queria que seus frades vivessem sem nada de próprio e se contentassem em ter o que comer e vestir.Talvez seja difícil para nós hoje compreender a opção radical de Francisco de Assis, no entanto, percebemos que ele é um exemplo a ser imitado.

Hoje o papa Bento XVI estará em Assis para rezar pela paz com homens e mulheres de boa vontade, que acreditam e lutam pela paz. Não importa a diferença de raça, língua, religião ou cultura. O que importa é que se acredite e se busque a paz, não como uma palavra vazia, mas com tudo o que ela implica de compromisso com o bem comum: justiça, solidariedade e perdão.

Prepare seu coração e motive sua família para celebrar hoje, amanhã e todos os dias, o “Espírito de Assis”! Escolha um gesto concreto que manifeste seu compromisso com a paz mundial. Talvez o gesto seja estar mais atento à vida de sua família ou então perdoar alguém com quem você cortou o diálogo... O que importa é que esse dia seja celebrado e que seja alimentado pela luz da esperança.

Estejamos unidos ao papa Bento XVI que passará o dia em Assis, junto com um numeroso grupo de representante de igrejas cristãs e de outras religiões, para celebrar a “Jornada de reflexão, diálogo e oração pela paz e a justiça no mundo”.

A paz é dom de Deus para toda a humanidade: Ele quer a felicidade e o bem estar de seus filhos e filhas! Mas tudo o que Ele nos deu e quer para nós, passa necessariamente por nossa maneira de viver, de nos relacionar e de construir hoje, o futuro da humanidade neste planeta terra que é nossa casa comum.

“Senhor vos dê a Paz!” “Paz e Bem!” (São Francisco).

Frei Marconi Lins, OFM
Ministro Provincial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...