quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

PÁSCOA DE FREI JOÃO PEREIRA, OFM

Faleceu hoje, 31 de janeiro, no inicio da manhã, aos 83 anos de idade, Frei João Pereira de Souza, OFM. Natural da cidade de Independência, no Ceará, Frei João fazia parte da Fraternidade de Nossa Senhora das Neves, em Olinda-PE e já encontrava-se hospitalizado há três meses. 

A vida de Frei João Pereira é, sem dúvida, testemunhal como frade menor. Viveu experiências radicais de inserção com demais confrades em comunidades do interior do Nordeste, buscando ser fiel a essência do carisma franciscano. Inquieto com as palavras do pobrezinho de Assis de “não tocar em dinheiro”, procurou seguir à risca o conselho do Pai seráfico e colocar em prática seu ensinamento. 

Foram duas experiências no interior de Pernambuco: de 1977 a 1984 e de 1990 a 2000 em Negras, Município de Itaíba; e no Ceará, de 1985 a 1990, em Ipoporanga, Diocese de Crateús. Nestas comunidades não faltou a solidariedade do povo sertanejo, que repartia o pouco que tinha com os irmãos franciscanos. A Fraternidade comprometia-se com a evangelização, criando grupos de base, apoiando as organizações populares, dinamizando as celebrações, incentivando o protagonismo dos leigos, promovendo mutirões para construção de capelas e colégios, fazendo acontecer a caminhada das CEB’s nestas regiões. 

Como irmão leigo Frei João Pereira também marcou a história da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil. Num período em que aos irmãos de opção laical eram limitadas as opções de formação, Frei João lutou por uma formação igualitária para frades clérigos e leigos, fomentando a reflexão sobre esta vocação tão cara ao carisma franciscano. Ainda em 1964, em plena renovação conciliar, escreveu: “O irmão é antes de tudo, um monumento de Deus e um testemunho para o mundo, sendo insubstituível na função que decorre do próprio Evangelho.” 

Frei João Pereira foi um desbravador: foi o primeiro irmão leigo a quem foi confiada, em 1967, a Formação do Juvenato (antiga preparação para os candidatos a vida religiosa franciscana) e o primeiro Definidor Provincial irmão leigo. Deu significativa contribuição para aprofundar e fortalecer a identidade da vocação religiosa franciscana leiga. 

Frei João Pereira de Souza, OFM Contemplando toda essa caminhada, Frei João afirmou em 1992: “Hoje, em nossa Província, há vários Irmãos guardiães, mestres de postulantes e sempre um Definidor na direção da Província. Todo o trabalho vocacional ou educacional é assumido por todos e para todos, sem privilégios e sem discriminação. Para isso, tenho consciência de ter dado a minha contribuição. Se não dei tudo que poderia ter dado, ao menos dei o que dei”. 

˜Frei João Pereira de Souza, OFM * 30/11/1929 + 31/01/2013

Fonte: http://www.ofmsantoantonio.org/?p=1142

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...