sábado, 4 de outubro de 2014

MENSAGEM DO MINISTRO PROVINCIAL NA SOLENIDADE DE SÃO FRANCISCO

Recife, 3 de outubro de 2014. 

Caros Confrades, 
“O Senhor lhes dê a Paz!” 

Estamos em festa com a celebração da Solenidade de nosso pai São Francisco de Assis! E a festa deste ano se reveste de um significado todo especial: estamos às vésperas de nosso Capítulo! Daqui a um mês nossa Assembleia capitular estará reunida para dar a finalização da caminhada rumo ao Capítulo que estamos fazendo há algum tempo, tomando decisões importantes para que nossa Fraternidade provincial, parte da Ordem dos Frades Menores, presente no Nordeste, em Belém e Missão Tiriyó, no Pará, em Bardel e Mettingen, na Alemanha, dê passos concretos para redimensionar nossa vida e missão de frades menores! 

O que queremos, na verdade, é dar mais qualidade a nossa vida fraterna, fortalecendo os laços que nos unem em fraternidade, tornando o nosso cotidiano mais significativo na convivialidade, na vida de oração, na busca de nos formarmos permanentemente para dialogar com todas as pessoas e sermos frades menores portadores do dom do Evangelho na Igreja e no Mundo! 

Escrevo esta mensagem singela depois de ter lido e refletido a Carta de nosso Ministro Geral, Frei Michael Anthony Perry e o Definitório Geral para a Sollemnitas Sancti Francisci 2014, que lhes envio em anexo. 

Meus irmãos, não podemos deixar o pessimismo invadir nosso coração, particularmente neste momento decisivo da celebração de mais um Capítulo de nossa Fraternidade em sua história de 429 anos! Vivemos num mundo em crise, numa Igreja e numa Ordem acrisoladas por um momento histórico particularmente crucial, mas cheio de oportunidades para a humanidade e o planeta, nossa casa comum: oportunidade de construirmos sinais mais evidentes da sonhada civilização do amor; oportunidade para estabelecermos novos parâmetros para uma economia solidária; oportunidade para uma convivialidade fraterna com todas as formas de vida na Terra! 

Para nós, frades menores, seguidores de Jesus Cristo nas intuições evangélicas de Francisco de Assis, essas oportunidades estão mais que evidenciadas no testemunho fraterno, coerente, minorítico e itinerante de nosso irmão e pai Francisco no século XIII e que continua ainda hoje inspirando milhares de pessoas no mundo inteiro! Nossa condição de frades menores, formados na Igreja e no mundo pelo Evangelho de Jesus Cristo, pelas fontes do Carisma franciscano e pelo testemunho de tantos frades menores, também em nossa Fraternidade, não admite que não queiramos ser para as mulheres e homens de hoje uma Fraternidade contemplativa em missão, na minoridade! A força de nosso Carisma não admite que não acreditemos na fraternidade e não busquemos, todos os dias, as mediações necessárias para torná-la concreta, particularmente na celebração da Eucaristia, no dom do trabalho para a vida fraterna e na missão eclesial! “Nosso claustro é o mundo” este mundo concreto, violento, injusto e ingrato, particularmente para nossos irmãos e irmãs pobres! Mas foi e é neste mundo que construímos a histórica como o lugar teológico onde Deus veio viver conosco e onde Ele “nos amou até o fim” (cf. Jo 13,1)! 

Feliz Solenidade de São Francisco! 
Paz e Bem para todos vocês! 


Frei Marconi Lins de Araújo,OFM
Ministro Provincial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...